Como drenar o site

O artigo é dedicado à organização da drenagem de uma área suburbana. Oferecemos a você a compreensão dos tipos de drenagem e dos critérios de escolha de um determinado sistema. Considere as nuances do projeto de drenagem, vamos falar sobre seus principais elementos. Não desconsideramos tanto a técnica de instalação quanto as peculiaridades do cuidado com o sistema de drenagem..

Objetivo e princípio da drenagem

O volume da constru√ß√£o privada cresce a cada ano. Por uma s√©rie de raz√Ķes, os futuros propriet√°rios nem sempre t√™m a oportunidade de escolher um local hidrogeol√≥gico ideal e, em algumas regi√Ķes, quase todos os solos consistem em argila e argila “disfuncionais” – um exemplo √© a regi√£o de Moscou. O problema nunca √© o mesmo, os problemas clim√°ticos s√£o adicionados aos problemas da “terra”, √°guas subterr√Ęneas altas: grandes neves e seu derretimento agudo da primavera, fortes chuvas de outono. Observe que o equil√≠brio h√≠drico do local pode ser perturbado por nossas pr√≥prias m√£os – durante a constru√ß√£o em grande escala. Esta √© uma reconstru√ß√£o de um arranha-c√©u do local; drenagem pluvial do telhado de uma grande √°rea; cobertura imperme√°vel para jardim; piscinas e lagoas; colinas artificiais e escorregadores alpinos; cercas enormes em funda√ß√Ķes altas e profundas que impedem a √°gua.

Como drenar o site

Ent√£o, o problema do “excesso de √°gua”: o solo fica alagado – como resultado, temos problemas de sa√ļde de muitas plantas, congelamento da √°gua no inverno e incha√ßo do solo com v√°rios tipos de deforma√ß√Ķes da √°rea cega, caminhos e funda√ß√Ķes rasas, a forma√ß√£o de glac√™s, inunda√ß√£o de por√Ķes, destrui√ß√£o da funda√ß√£o do edif√≠cio principal, o aparecimento de mofo e fungos dentro de casa, a expans√£o de mosquitos e sapos. O mais importante √© que voc√™ n√£o deve contar com a natureza de curto prazo de alguns fatores negativos, tais dificuldades s√£o sistem√°ticas e tendem a se agravar com o tempo.

A √ļnica sa√≠da nessa situa√ß√£o √© fazer drenagem para o local. A drenagem √© uma estrutura hidr√°ulica de um sistema de caminhos artificiais de solo para drenagem de √°guas sedimentares, subterr√Ęneas e profundas fora do local. A ideia √© que uma rede de canais superficiais (valas) ou profundos (tubos perfurados subterr√Ęneos), localizados em √Ęngulo, seja disposta ao longo do local. A √°gua penetra neles atrav√©s de orif√≠cios ou juntas e flui por gravidade para um reservat√≥rio pr√≥ximo ou vala (dreno aberto) conectado a uma ravina, ou uma fossa coberta de escombros, onde √© gradualmente absorvida pelo solo. Se a drenagem direta for imposs√≠vel (grande profundidade dos tubos de drenagem, edif√≠cios vizinhos, localiza√ß√£o baixa do local …), a umidade √© coletada em um reservat√≥rio de drenagem, de onde √© bombeada para fora.

Como drenar o site

Os esgotos pluviais geralmente não são conectados a um sistema de drenagem, a água da chuva é fornecida em linhas separadas com um declive idêntico paralelo ao dreno principal. Isso não é um axioma, com o cálculo correto, a captação de água da cobertura por drenagem é bem possível.

√Č preciso dizer que a drenagem do local n√£o exclui, mas apenas complementa a prote√ß√£o das edifica√ß√Ķes. A impermeabiliza√ß√£o e ventila√ß√£o adequada das funda√ß√Ķes √© necess√°ria em qualquer caso, e em condi√ß√Ķes hidrol√≥gicas dif√≠ceis, recomenda-se a constru√ß√£o de drenagem de funda√ß√Ķes. Falaremos sobre a prote√ß√£o de edif√≠cios no pr√≥ximo artigo..

Tipos de drenagem

Antes de iniciar o trabalho de drenagem, você deverá escolher corretamente o tipo de sistema de drenagem mais adequado para o seu local.

Superfície, drenagem aberta

O principal concorrente da drenagem profunda de tubos. Este sistema √© adequado para solos que s√£o lentamente perme√°veis, incluindo argila e argiloso. Convencionalmente (!) Uma forma simples e barata de drenagem, que consiste em arranjar uma rede de valas de v√°rias larguras (40-50 cm), profundidades (50-70 cm) e formas seccionais (em forma de V ou bisel trapezoidal das paredes 25-35 graus). O sistema geralmente consiste em um dreno central (este √© um “canal de sa√≠da”), valas laterais e valas de campo. Esses canais t√™m um arranjo semelhante a uma √°rvore – de prefer√™ncia perpendicularmente uns aos outros, “do galho ao tronco”. Conseq√ľentemente, o dreno central √© maior e mais profundo que os laterais e os laterais s√£o de campo. Canais de 30‚Äď40 cm de comprimento podem ser cobertos com material de filtro (pedra triturada, tijolo quebrado, seixos de rio). Para coletar areia e detritos, tanques especiais de reten√ß√£o s√£o instalados no fundo das valas. De cima, os drenos de superf√≠cie podem ser cobertos com grades e mascarados com grama.

Como drenar o site

Por tipo de coloca√ß√£o, as valas podem ser paralelas (selecionadas quando o local tem v√°rias zonas de estagna√ß√£o) e aleat√≥rias (se houver pontos baixos locais, mas grandes no local). A prote√ß√£o de grandes √°reas de um site √© chamada de drenagem linear. Como op√ß√£o, drenos pontuais s√£o usados ‚Äč‚Äčpara a remo√ß√£o local de √°gua, por exemplo, para drenar uma calha de chuva do telhado do tubo de sa√≠da.

A aplica√ß√£o mais razo√°vel de drenagem superficial ser√° em √°reas com grande declive natural, quando √© permitido que a √°gua seja retirada em um ou dois dias. As desvantagens √≥bvias deste m√©todo de drenagem incluem a apar√™ncia um tanto pouco apresent√°vel do sistema de vala aberta, s√©rias restri√ß√Ķes de projeto, a necessidade de realizar uma quantidade bastante s√©ria de terraplenagem, a necessidade de colocar corretamente uma grande quantidade de terreno elevado (√© preenchido com pontos baixos cr√≠ticos, colocados com po√ßos em locais calculados para drenagem ) Na verdade, terraplenagens obrigat√≥rias tornam essa drenagem relativamente barata – levantamentos hidrol√≥gicos e topografia devem ser feitos, o local deve ser cuidadosamente nivelado para evitar declives reversos, remover e controlar a vegeta√ß√£o, e alisar repetidamente a superf√≠cie com um arado nivelador.

Como drenar o site

Algumas dificuldades s√£o causadas pelos cuidados com a drenagem superficial. Ap√≥s chuvas fortes, o ac√ļmulo de lodo e outros bloqueios podem se formar no sistema, que devem ser monitorados e removidos imediatamente. O crescimento excessivo de valas com vegeta√ß√£o causa s√©rios problemas, algumas esp√©cies devem ser totalmente removidas do local, por exemplo, salgueiro, choupo, taboa. Drenos cobertos com elementos filtrantes s√£o retirados com o tempo pelo solo lavado e servem por cerca de 4 a 8 anos, ent√£o eles precisam de revis√£o. A restaura√ß√£o operacional de taludes √© necess√°ria periodicamente (novamente nivelamento e nivelamento).

Drenagem vertical

Este m√©todo de se livrar de inunda√ß√Ķes raramente √© usado. Consiste na coloca√ß√£o de po√ßos pr√©-fabricados especiais, po√ßos e tanques de sedimenta√ß√£o em determinados pontos do local, geralmente em zonas cr√≠ticas, minas, caves problem√°ticas ou perto de edif√≠cios. √Ä medida que esses tanques se enchem, a √°gua √© bombeada automaticamente para fora por bombas de drenagem com interruptores de b√≥ia. Tal sistema √© utilizado quando n√£o h√° declive obrigat√≥rio no local para drenagem aberta, e a drenagem profunda linear atrav√©s de tubula√ß√Ķes √© dif√≠cil devido √† falta de pontos de descarga de √°gua dispon√≠veis. Essa drenagem, na verdade, √© a mais simples em termos de custo de constru√ß√£o e m√£o de obra, por√©m, para seu correto funcionamento, deve ser cuidadosamente projetada, o que √© muito dif√≠cil de fazer. Um sistema radial pode ser considerado uma variante da drenagem vertical, quando po√ßos de po√ßos pr√©-fabricados s√£o complementados com po√ßos e canais subterr√Ęneos. A drenagem de radia√ß√£o raramente √© usada na constru√ß√£o privada suburbana devido ao seu alto custo.

Como drenar o site

Drenagem profunda e fechada

√Č o l√≠der entre todos os tipos de drenagem em termos de funcionalidade, √© o mais utilizado. Esse sistema √© adequado para quaisquer √°reas com umidade excessiva ou altos n√≠veis de √°gua subterr√Ęnea, incluindo aquelas onde n√£o √© poss√≠vel construir uma sa√≠da de superf√≠cie (sem declive, edif√≠cios densos, projeto paisag√≠stico extenso, um sistema de caminhos, paisagismo multiesp√©cies complexo …). A drenagem fechada √© dur√°vel (vida √ļtil de mais de 50 anos) e a mais eficaz, f√°cil de cuidar, permite resolver muitas quest√Ķes complexas de melhorias e problemas de engenharia. Em √°reas argilosas e argilosas, os tubos de drenagem s√£o colocados mesmo na aus√™ncia de problemas √≥bvios, por assim dizer, para preven√ß√£o.

Como drenar o site

A drenagem profunda refere-se ao tipo linear horizontal, mas sua aplica√ß√£o pontual n√£o est√° exclu√≠da. O principal elemento deste sistema de drenagem s√£o drenos em forma de tubos de cer√Ęmica, fibrocimento ou pol√≠mero perfurados com di√Ęmetro de pelo menos 110 mm, montados horizontalmente com inclina√ß√£o (cerca de 1 cent√≠metro por metro), via de regra, em dire√ß√£o ao fluxo natural de √°gua no local ou em po√ßos de armazenamento. Os drenos s√£o normalmente localizados em “espinha de peixe” a uma profundidade de cerca de um metro, eles ficam na espessura da almofada de pedra esmagada pela areia. Os po√ßos de revis√£o s√£o instalados nas curvas dos tubos e nas ramifica√ß√Ķes. Se o territ√≥rio for vasto e o comprimento total da drenagem ultrapassar 300 metros lineares, utiliza-se um dreno central de sec√ß√£o transversal aumentada, para uma √°rea de at√© 20 hectares, utilizam-se tubos da mesma dimens√£o. A seguir, consideraremos este sistema com mais detalhes como o mais promissor.

Outros tipos de drenagem

Se houver um forte influxo de água para o território vindo de fora, então é construído um sistema de interceptação, neste caso, os drenos são normalmente colocados ao longo do perímetro do local..

A drenagem associada √© utilizada para proteger estruturas alongadas, t√ļneis, valas para diversos fins, todos os tipos de vias de comunica√ß√£o localizadas no solo. Esses drenos est√£o localizados ao longo da √°rea protegida. Pr√©dios pr√≥ximos usam a chamada drenagem de parede.

Para localizar o “ponto”, um sistema de anel foi inventado, no qual um funil fechado processado √© criado.

Devemos citar também a drenagem molar, que se destina à drenagem preliminar do local. Neste caso, cavidades especiais são organizadas para a localização gravitacional do excesso de água..

Como drenar o site

Em situa√ß√Ķes especialmente dif√≠ceis, ou com altos requisitos, o problema de alagamento √© resolvido pela drenagem do reservat√≥rio, quando camadas profundas de pedra britada e areia s√£o dispostas sob toda a √°rea do problema.

V√°rios tipos de drenagem podem ser combinados, dependendo das condi√ß√Ķes espec√≠ficas.

Recursos de projeto de drenagem

Aconselha-se a realização de trabalhos de drenagem após a conclusão da capitalização e o fim das grandes obras no local, de forma a não danificar os elementos de drenagem. Mas é melhor projetar o sistema junto com o desenvolvimento de todos os outros desenhos..

Muitas informa√ß√Ķes s√£o necess√°rias para o projeto de drenagem correto:

  1. Um levantamento topográfico é quase essencial. Uma exceção podem ser os casos em que o local é totalmente plano, mas de uma forma ou de outra é necessário determinar a inclinação geral, a relação da área drenada com a área circundante (várzea / morro), vias de drenagem e pontos de descarga de água.
  2. Um plano detalhado do local deve ser preparado com anteced√™ncia, onde a √°rea de capta√ß√£o, especifica√ß√Ķes de engenharia e interconex√£o de edif√≠cios e outras estruturas (cercas, piscinas, por√Ķes, reservat√≥rios, escorregadores alpinos, pontos de drenagem de tetos de chuva …) devem ser preparados. √Č dada especial aten√ß√£o √†s comunica√ß√Ķes subterr√Ęneas.
  3. Um item separado é um desenho de caminhos, áreas pavimentadas, cercas como meio-fio.
  4. Em algumas situa√ß√Ķes, levantamentos geol√≥gicos e hidrol√≥gicos podem ser muito √ļteis para esclarecer a natureza do solo, o regime e o equil√≠brio da √°gua. A maioria das √°reas argilosas tem condi√ß√Ķes semelhantes e n√£o precisa de uma explora√ß√£o t√£o cuidadosa.

Como drenar o site

O que devemos receber dos desenvolvedores no final? Antes de mais nada, precisamos ter uma justificativa t√©cnica e, seria bom, econ√īmica para esse ou aquele tipo de drenagem. Outros desenhos. Eles geralmente indicam o plano de drenagem de √°gua, divis√£o zonal, linhas de drenagem associadas, pontos de localiza√ß√£o de po√ßos de inspe√ß√£o e coleta. Em condi√ß√Ķes dif√≠ceis e sistemas altamente desenvolvidos, imagens de se√ß√Ķes verticais e um esquema de drenagem das estruturas ser√£o necess√°rias. Uma tabela de inclina√ß√Ķes e profundidades √© criada separadamente ou em desenhos de trabalho. Na mesma fase, √© criada uma especifica√ß√£o de todos os elementos do sistema (tipo de dreno, perfil e se√ß√£o) e os materiais de constru√ß√£o necess√°rios s√£o calculados pela quantidade.

As organiza√ß√Ķes envolvidas na instala√ß√£o e desenvolvimento de sistemas de drenagem, como regra, utilizam as “Diretrizes para o projeto de drenagem de edif√≠cios e estruturas”. Foi desenvolvido em 2000 pela JSC “Mossproekt”. A segunda √© “Recomenda√ß√Ķes t√©cnicas para projeto, instala√ß√£o e opera√ß√£o de drenagens de tubos de polietileno com casca filtrante” (Laborat√≥rio de estruturas subterr√Ęneas da Empresa Unit√°ria Estadual “Instituto de Pesquisa Mosstroy”, 2005).

√Č dif√≠cil superestimar a import√Ęncia de projetos profissionais complexos, uma vez que erros na disposi√ß√£o da drenagem podem at√© piorar a situa√ß√£o. √Č por isso que, se houver o desejo e a oportunidade de construir um sistema de drenagem por conta pr√≥pria, ent√£o √© melhor recorrer a especialistas para um projeto, especialmente porque muitas vezes √© poss√≠vel projetar um sistema mesmo remotamente (se os desenvolvedores forem fornecidos com os dados necess√°rios). No mercado, o pre√ßo m√©dio para o projeto de drenagem do site formou-se – cerca de 15 mil rublos com sa√≠da, 10 – sem visitar as instala√ß√Ķes (se o cliente puder fornecer as informa√ß√Ķes necess√°rias). O pre√ßo da emiss√£o ser√° de cerca de 20 a 25 mil, se o local for grande, e o projeto incluir o desenvolvimento de drenagem de funda√ß√Ķes e sistema de √°guas pluviais.

Materiais de drenagem fechados

O principal elemento de drenagem profunda √© um tubo. Se os drenos anteriores eram feitos de cer√Ęmica, argila, concreto, cimento-amianto, metal, madeira, pedra, agora eles s√£o substitu√≠dos por tubos polim√©ricos feitos de HDPE (polietileno de baixa press√£o) ou polipropileno com um di√Ęmetro de 50‚Äď650 mm. Suas vantagens s√£o ineg√°veis:

  1. Vida √ļtil de mais de 50 anos.
  2. Alta resistência à corrosão.
  3. Não acumula depósitos, é facilmente lavado.
  4. Eles têm baixa resistência hidráulica.
  5. Tem alta resistência do anel com baixo peso.
  6. São flexíveis.
  7. F√°cil de montar.
  8. Filtro perfurado e têxtil.

Drenagem do site

Na constru√ß√£o privada m√©dia, costumam ser utilizados ralos corrugados com di√Ęmetro interno de 110 mm e comprimento de at√© 50 metros. Alguns fabricantes fornecem tubos n√£o em bobinas, mas em comprimentos de 6/12 metros.

Podem ser produzidos com ou sem perfuração (para ponto de saída). Para captação de água sedimentar (água de topo), podem ser utilizados tubos de polietileno com perfuração apenas no setor superior Рdrenagem e vazão. Os furos estão localizados nas cavidades entre as ondas, o que os impede de contaminação, o tamanho da perfuração ranhurada é de cerca de 1,5 mm.

Filtros feitos de geot√™xteis ou fibras de coco s√£o usados ‚Äč‚Äčpara isol√°-los do entupimento com pequenas part√≠culas. Com di√Ęmetros pequenos, o tubo √© enrolado em uma m√°quina, se o dreno tiver mais de 250 mm de se√ß√£o transversal, geralmente o filtro √© aplicado manualmente. Em solos com part√≠culas semelhantes a cascalho, um enrolamento de filtro n√£o √© necess√°rio, para solos argilosos e argilosos – um filtro √© necess√°rio.

O ralo de pl√°stico pode ter uma ou duas paredes, nervuras especiais. Os tubos de parede simples s√£o adequados para a maioria das √°reas at√© uma profundidade de 2 metros. Drenos de parede dupla com nervuras de refor√ßo s√£o usados ‚Äč‚Äčse voc√™ precisar aprofundar mais, h√° cargas especiais (estrada, estrutura, √°rea de alto tr√°fego …), um n√≠vel muito alto de √°gua subterr√Ęnea, que pode congelar e criar fortes movimentos do solo.

Os po√ßos tamb√©m s√£o feitos de polietileno ondulado. Eles diferem no di√Ęmetro e na altura do eixo. As caracter√≠sticas especiais podem ser: di√Ęmetro, n√ļmero e localiza√ß√£o das conex√Ķes. A altura exata do po√ßo √© obtida cortando o eixo. O dreno √© conectado por meio de acoplamentos, ou o tubo entra no po√ßo diretamente – nos orif√≠cios.

Como drenar o site

Um elemento importante da drenagem profunda √© o filtro. Para esses fins, os geot√™xteis s√£o mais frequentemente usados, que s√£o feitos de pol√≠meros por m√©todos de tric√ī, tecido e n√£o tecido. Devido √† sua estrutura especial e orif√≠cios perfurados com agulha, n√£o √© suscet√≠vel ao assoreamento, mas filtra a √°gua perfeitamente. Al√©m disso, este material desempenha uma fun√ß√£o separadora e protetora, n√£o envelhece, resiste √† exposi√ß√£o a produtos qu√≠micos agressivos, n√£o se rompe com o crescimento das ra√≠zes, n√£o √© comido por roedores e n√£o √© habitat de mofo e fungos. Freq√ľentemente, a camada de geot√™xtil faz parte de grades e membranas de drenagem – um material sint√©tico em rolo com sali√™ncias superficiais, que √© feito por extrus√£o. O an√°logo natural dos geot√™xteis √© o tecido de coco, que n√£o √© inferior a outros materiais de constru√ß√£o em termos de funcionalidade e durabilidade.

Bombas de drenagem especiais s√£o usadas para bombear a √°gua coletada em tanques. Eles n√£o s√£o projetados para elevar a coluna d’√°gua a uma grande altura, mas t√™m um bom desempenho. Eles s√£o divididos em unidades de √°gua limpa – centr√≠fugas, que lidam com part√≠culas de tamanho n√£o superior a 5 mm e a quantidade de impurezas mec√Ęnicas n√£o superior a 5%. As bombas de √°gua suja possuem um impulsor ligeiramente diferente, por isso s√£o capazes de remover part√≠culas de at√© 20 mm de di√Ęmetro, e o m√°ximo de impurezas pode chegar a 10% do volume. Para as tarefas mais dif√≠ceis, existem bombas potentes com corpos met√°licos, onde o m√°ximo pode chegar a 35 mm e 25%, respectivamente. O resfriamento das unidades de drenagem √© feito com √°gua, portanto, elas t√™m um design submers√≠vel. Uma clara vantagem √© a menor ingest√£o, o que garante o bombeamento completo do l√≠quido. Ligar / desligar √© realizado automaticamente – por um flutuador.

Algumas características do dispositivo de drenagem

A instala√ß√£o do sistema come√ßa com a terraplenagem. O primeiro passo √© cavar valas 20 cent√≠metros mais profundas do que o horizonte de drenagem projetado – essa dist√Ęncia ser√° necess√°ria para a almofada. O princ√≠pio √© o mesmo em largura: do tubo √†s paredes da vala, deixamos 20 cm cada, a profundidade aproximada √© de 50 cm a 3,5 metros. Normalmente √© recomendado colocar um canal abaixo da profundidade de congelamento – em m√©dia, √© cerca de 120 cm (para drenar a √°gua das ra√≠zes das √°rvores, elas se aprofundam em 1,5 metros ou mais). A dist√Ęncia entre drenos, via de regra, varia de 5 a 10 metros, escolhidos em fun√ß√£o de v√°rias condi√ß√Ķes. O fundo da vala deve ser disposto com uma inclina√ß√£o projetada em dire√ß√£o ao coletor de coleta, n√£o deve haver pedras pontiagudas e detritos nele. Prepare-se, haver√° muito excesso de solo, √© melhor separar imediatamente em dois lados – separadamente a camada superior e separadamente a camada inferior (tornar o aterro mais f√©rtil – retirar o restante ou planej√°-lo).

Como drenar o site

Para melhorar a filtração e separação das camadas de preenchimento do solo, a vala é forrada com geotêxtil laminado.

Uma almofada de areia √© preenchida – esta √© uma camada de cerca de 5 cm. Em seguida, uma camada de pedra triturada √© colocada – cerca de 15‚Äď20 cent√≠metros (fra√ß√£o de 8‚Äď32 mm). √Č nivelado em uma determinada inclina√ß√£o e moderadamente compactado. A inclina√ß√£o deve ser de pelo menos 3 graus, na pr√°tica resulta de 0,5 a 10 mm por um metro de tubo de passagem.

A pr√≥xima etapa √© abaixar os tubos na trincheira e fix√°-los aos coletores e po√ßos, conectar os segmentos uns aos outros. Para conex√£o, s√£o usados ‚Äč‚Äčacess√≥rios, acoplamentos ou soldagem de alta temperatura.

Como drenar o site

Agora os canos e os poços são cobertos por uma camada de entulho de 20 centímetros e 5 a 10 centímetros de areia. Preencha cuidadosamente o espaço nas laterais do ralo.

Cobrimos o aterro superior com geotêxtil.

Preenchendo o solo, colocando o gramado.

Para poss√≠vel trabalho de manuten√ß√£o, um po√ßo de visualiza√ß√£o √© instalado a cada segundo (muitos especialistas recomendam a cada) drenos em curvas acentuadas. Tamb√©m √© recomend√°vel us√°-lo a cada 50 metros em se√ß√Ķes de drenagem retas..

Como drenar o site

No local de entrada do coletor no poço ou reservatório coletor, é instalada uma válvula de retenção, que impedirá o escoamento da água em direção ao local, caso, por algum motivo, o nível usual suba.

Cuidados com o sistema de drenagem

Por meio de poços de controle, o sistema deve ser inspecionado periodicamente, especialmente após fortes chuvas e durante o período de degelo ativo da neve. Uma atenção particular é dada aqui à presença de contaminação e uma diminuição na velocidade do fluxo de água, um aumento no nível dos poços. Se forem encontradas anormalidades, é necessário limpar a drenagem.

O sistema √© limpo com √°gua sob press√£o. A mangueira √© colocada na camp√Ęnula da bomba, inserida no dreno e descida pela encosta. O procedimento √© repetido em diferentes po√ßos. Mesmo que n√£o sejam encontrados problemas, recomenda-se fazer a limpeza preventiva de canos e po√ßos com um jato de √°gua uma vez a cada dois anos. Os po√ßos de inspe√ß√£o devem ser bem fechados com tampas durante todo o per√≠odo de opera√ß√£o.

Se a drenagem do local for corretamente projetada e montada corretamente, os materiais corretamente selecionados, o cuidado com ele não causará muitos problemas, o sistema atenderá você e seus filhos sem problemas.

Avalie este artigo
( Ainda sem avalia√ß√Ķes )
Adicione coment√°rios

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: