Óleo de colza – propriedades úteis e contra-indicações. Para que é utilizado o óleo de colza e como é usado?

Um produto herbal útil começou a ser usado com mais frequência. Descubra de que é extraído o óleo de colza, quais são suas propriedades valiosas e quando esses alimentos prejudicam o corpo. As informações de preço e como escolher o produto certo o ajudarão a fazer uma compra bem-sucedida..

O que é óleo de colza?

Para entender o quão benéfico é o uso deste produto em alimentos, você precisa saber o que ele contém. A composição do óleo de colza é frequentemente equiparada ao teor de nutrientes da azeitona. Devido à sua semelhança, o produto de colza é chamado de “azeitona do norte”. As principais substâncias benéficas em que é rico são os ácidos graxos: ácidos ômega-3 linolênico e linoléico poliinsaturados e ácidos ômega-6 linoléico, ácido oleico monoinsaturado ômega-9. Também contém em alta concentração:

  • vitaminas – E, A, B, D;
  • oligoelementos – cálcio, fósforo, magnésio, etc..

De que é feito o óleo de colza

Este produto vegetal saudável é feito a partir de colza. Embora essa cultura tenha sido cultivada por pessoas há mais de mil anos, a composição inicialmente oleosa da semente espremida não foi usada como alimento. O produto foi utilizado como lubrificante e também foram feitos sabão e óleo de secagem. A composição não era adequada para alimentos, não apenas devido a um sabor amargo desagradável, mas também devido ao conteúdo de componentes perigosos para a saúde. Agora também existem muitas variedades técnicas de colza que são cultivadas, por exemplo, para processamento de biocombustível.

Graças à constante seleção desde os anos 80 do século passado, tornou-se possível produzir óleo de colza, que pode e até é útil para comer. Para esses fins, a variedade de canola é usada predominantemente. Para obter um óleo não refinado mais útil, as sementes são processadas por prensagem a frio. Um produto refinado com menor valor nutricional é produzido em escala de produção usando hidratação, congelamento e outras tecnologias..

Colza florescendo

Óleo de colza – propriedades

É um produto com alto teor calórico, boa densidade de cores e consistência, que é um líquido oleoso amarelo ou acastanhado. Tem um sabor agradável que lembra o azeite e um leve aroma a nozes. Os consumidores precisam conhecer as seguintes propriedades do óleo de colza..

As principais vantagens:

  • contém um análogo vegetal do hormônio estradiol, que tem um efeito benéfico no corpo feminino, ajuda-o a se preparar para a concepção;
  • a composição inclui gorduras monoinsaturadas que ajudam a diminuir o colesterol;
  • componentes valiosos do produto são o ácido graxo ômega-3, indispensável para a saúde do cérebro e do sistema cardiovascular, e a vitamina E, que fortalece as paredes celulares;
  • de acordo com pesquisas, a composição é capaz de inibir o desenvolvimento de tumores malignos.

Minuses:

  • o produto geralmente contém ácido erúcico – uma substância em grandes quantidades tóxica para o corpo humano, causando retardo de crescimento e distúrbios do desenvolvimento sexual em crianças;
  • existem muitas contra-indicações ao uso de manteiga na alimentação – colelitíase, qualquer doença do fígado e trato digestivo.

Óleo de colza – danos

O impacto negativo que o produto pode ter se deve à presença de ácido erúcico e de compostos orgânicos tóxicos, tioglicosídeos, na colza. Essas substâncias se acumulam nos tecidos do corpo, afetando adversamente a glândula tireóide, fígado, músculos e vasos sanguíneos. Devido ao potencial dano do óleo de colza a vários órgãos, esse produto que não foi limpo é proibido em muitos países europeus. Por estas razões, é necessário comer apenas sementes espremidas das sementes de variedades de plantas reprodutoras com um teor de ácido erúcico não superior a 0,3-0,6%.

Óleo de colza em uma jarra e flores de colza

Óleo de colza – bom

Os efeitos benéficos no corpo deste produto foram determinados pelos valiosos ácidos graxos, vitaminas e fosfolipídios nele contidos. Os benefícios do óleo de colza para o corpo se manifestam na aceleração da cura e do metabolismo, esse ingrediente é frequentemente usado na preparação de dietas de bem-estar. Um produto de alta qualidade é útil, mesmo para pequenos, como um componente valioso da comida para bebês, e as mulheres devem observá-lo especialmente. A mistura de cura irá saturar as células com as substâncias necessárias por dentro, funciona bem em receitas de beleza caseiras, máscaras faciais e cabelos.

Óleo de Colza – Aplicação

Devido à composição nutricional benéfica, este produto é amplamente utilizado por donas de casa. O uso mais comum do óleo de colza é diretamente para os alimentos. Recomenda-se o uso de refinado para fritar, estufar alimentos e natural para reabastecer saladas de vegetais, o que enriquecerá imediatamente o sabor do prato.

Este produto é frequentemente usado a partir de colza em cosmetologia – por exemplo, é incluído na composição de produtos de cuidado para obter um bom efeito hidratante da pele. Aplique composições para máscaras capilares com este componente, ajudando a fortalecer os fios desde as raízes, eliminando a caspa. Graças a propriedades regenerativas valiosas, essa substância oleosa será eficaz para crianças e adultos, mesmo com lesões mais graves – eles podem lubrificar cortes, queimaduras, descamação com dermatites, para que a pele se cure mais rapidamente.

Óleo em um vaso de vidro e uma menina

O preço do óleo de colza

Embora este produto seja extremamente útil, nem sempre é vendido perto de casa. Encontrar uma garrafa com uma composição valiosa na prateleira de um grande supermercado ou comprar na loja online não será um problema específico. Qual é o preço médio do óleo de colza? O produto é barato – na faixa de 45 a 60 rublos por 1 kg. Devido ao custo acessível, o óleo de colza pode muito bem competir com o girassol usual ou o azeite mais caro nas residências..

Como escolher o óleo de colza

Você precisa saber quais nuances ao usar têm variedades diferentes. Como escolher o óleo de colza para fornecer apenas benefícios para o corpo? Aqui estão algumas diretrizes importantes:

  • Veja a cor do produto – o líquido deve ser amarelo âmbar e transparente.
  • Não deve haver sedimentos no fundo do recipiente com óleo bruto natural. A presença de tal impureza indica que a composição oxidou e será amarga nos pratos.
  • O teor de ácido erúcico deve ser mínimo – não mais que 0,6%.
  • Leia atentamente o rótulo. Se for indicado que o óleo é hidrogenado, é melhor recusar essa compra: a estrutura molecular deste líquido é instável, porque o produto não trará nenhum benefício ao organismo.
  • A qualidade do óleo adquirido deve confirmar o sabor inerente à noz leve.
  • Para o armazenamento, despeje o produto em um recipiente de vidro com uma tampa bem apertada e coloque em um local escuro e fresco..
Avalie este artigo
( Ainda sem avaliações )
Adicione comentários

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: