Como isolar um piso sem usar sistemas de aquecimento elétrico

Hoje iremos apresentá-lo aos tipos existentes de sistemas de isolamento de piso, falar sobre suas vantagens e desvantagens. Você mesmo pode isolar o piso sem usar materiais caros, e também aprenderá sobre algumas das nuances inerentes a este tipo de trabalho..

Como isolar um piso sem usar sistemas de aquecimento elétrico

Tipos de sistemas de isolamento de piso

Hoje em dia existem vários tipos de sistemas de piso radiante: piso radiante a água, elétrico, infravermelho. A sua principal vantagem é a distribuição uniforme do calor por toda a superfície do pavimento e da divisão, a ausência de dispositivos de aquecimento externos (baterias e radiadores), bem como a possibilidade de controlar a temperatura da divisão. Sua principal desvantagem é o alto custo de instalação do próprio sistema, instalação por especialistas qualificados e manutenção posterior por trabalhadores especializados..

Mas você pode isolar o piso sem usar essas estruturas caras e demoradas, bem como sem ajuda profissional. Para fazer isso, você precisará de placas de polipropileno extrudadas e placas de madeira OSB, com baterias padrão na sala, o piso não será menos quente.

Escolha de ferramenta e material

Para isolar o piso, você precisará das seguintes ferramentas:

  1. Perfurador.
  2. Chave de fenda.
  3. Broca.
  4. Mixer.
  5. Regra trapezoidal de alumínio 2-2,5 m.
  6. Nível de alumínio 2-2,5 m.
  7. Serra elétrica.
  8. Pistola de selante.
  9. Avi√£o de madeira.
  10. Roleta.
  11. Faca.
  12. Balde de pl√°stico com um volume de 20-25 l.
  13. L√°pis.

Ferramentas de isolamento de piso

Na hora de escolher um material, o fabricante não é tão importante quanto sua qualidade e características. Você vai precisar de:

  1. Placas de polipropileno extrudado (pelo menos 30 mm de espessura).
  2. Placas OSB (pelo menos 10 mm de espessura).
  3. Pisos iniciais e de acabamento autonivelantes.
  4. Primer impermeabilizante de polímero de penetração profunda.
  5. Polietileno (não inferior a 100 mícrons).
  6. Cavilha acionada (n√£o inferior a 8×80 mm).
  7. Pregos líquidos para isopor e pisos de madeira.
  8. Cunhas de plástico de até 10 mm.

Preparação do chão

Antes de colocar o sistema de isolamento no chão, deve-se prepará-lo. As diferenças de piso não devem exceder 3 mm por 1 metro.

Verificação da qualidade do subsolo Verificação da qualidade do subsolo

Se houver pisos antigos na sala (madeira, laminado, lin√≥leo), eles precisam ser desmontados. As √°reas fracas e soltas devem ser removidas. Em seguida, aplique um primer de penetra√ß√£o profunda em todo o piso, de acordo com as instru√ß√Ķes do fabricante. Al√©m disso, ap√≥s a secagem do primer, √© necess√°rio preencher a mistura de cimento a granel preparat√≥ria, que tem uma alta capacidade de nivelamento. Se as diferen√ßas no piso forem superiores a 5 mm, ent√£o √© necess√°rio preencher com uma mistura autonivelante inicial, com diferen√ßas menores que 5 mm, e vazar pisos autonivelantes de acabamento. Essa superf√≠cie √© ecologicamente correta e, no futuro, ter√° alta resist√™ncia ao desgaste e √† √°gua..

Preenchimento autonivelante de piso Preenchimento autonivelante de piso

Para isso, é necessário pegar um balde com volume de 20-25 litros, despejar 10 litros de água nele. Despeje aos poucos a mistura seca na água, mexendo na batedeira com batedeira, até que a mistura fique homogênea e sem grumos, e a densidade tenha a consistência de mel líquido (a mistura deve ser despejada, mas não espalhada como água). A mistura finalizada deve ser despejada no piso preparado imediatamente após a preparação, uma vez que rapidamente se acomoda no balde e você precisa misturá-la novamente. Depois que a solução é derramada no chão, ela é nivelada sobre a superfície do chão como regra e, em seguida, uniformemente rolada com um rolo de pontas. Essa superfície, via de regra, endurece após 6 a 10 horas e, após um dia, você pode caminhar com segurança. Após 2 dias, mais trabalho pode ser realizado.

Instalação de placas de polipropileno extrudadas

Depois que o piso for nivelado com uma mistura a granel, você pode prosseguir diretamente para o assentamento do próprio sistema. Para isso, primeiro é necessário espalhar o polietileno no piso, isso é feito para uma impermeabilização completa. O polietileno deve ter pelo menos 100 microns de espessura.

Instalação de placas de polipropileno extrudadasDeitado de polietileno no chão

Ao colar no piso, o polietileno deve ser colocado com uma sobreposição de 10-12 cm e com uma margem de 8-10 cm de cada lado da parede. Em seguida, placas de polipropileno extrudadas são colocadas no piso, cuja espessura, neste caso, não deve ser inferior a 30 mm. Placas de polipropileno são, antes de tudo, um excelente material de isolamento térmico com praticamente zero capilaridade, baixíssima absorção de água e alta resistência à compressão.

Al√©m dessas caracter√≠sticas, o polipropileno √© dur√°vel (n√£o apodrece) e √© quimicamente resistente. As placas t√™m dimens√Ķes padr√£o 1250×600 mm e travas nas extremidades para melhor uni√£o..

Placas de polipropileno extrudadoPlacas de polipropileno extrudado

Ao colocar as lajes, cada linha subsequente deve ser deslocada da anterior 30-40 cm, de modo que as costuras finais no resultado final fiquem em zigue-zague. Ao instalar o polipropileno, pregos l√≠quidos para poliestireno expandido s√£o aplicados na fechadura de folha usando uma pistola selante, cuja quantidade e m√©todo de aplica√ß√£o s√£o realizados de acordo com as instru√ß√Ķes. O polipropileno √© f√°cil de cortar com uma faca, ent√£o se voc√™ precisar de uma folha menor, pode ser cortada sem muita dificuldade.

Colocar placas de polipropileno no ch√£oColocar placas de polipropileno no ch√£o

Instalação de piso OSB

Ap√≥s o assentamento de todas as placas de polipropileno extrudido, proceder √† instala√ß√£o das placas de madeira OSB, cuja espessura deve ser de pelo menos 10 mm. Deve-se observar que as placas OSB s√£o especialmente projetadas para a ind√ļstria da constru√ß√£o. Pensando nisso, podem ser usados ‚Äč‚Äčcomo material de acabamento em telhados, paredes e pisos..

Painéis de madeira OSB Painéis de madeira OSB

As placas OSB s√£o chips orientados uns aos outros colados uns aos outros usando resinas especiais por prensagem. Gra√ßas √† coloca√ß√£o perpendicular de tr√™s camadas dos chips e √† composi√ß√£o homog√™nea, as placas apresentam alta resist√™ncia. No assentamento das lajes no piso, a folga entre elas e a parede deve ser de no m√≠nimo 5 mm, portanto, neste caso, √© melhor inserir cunhas da parede, com o aux√≠lio das quais a dist√Ęncia ser√° observada. Depois de instalar todas as placas, as cunhas devem ser retiradas. As placas OSB s√£o empilhadas pr√≥ximas umas das outras e devem ser localizadas perpendicularmente √†s fileiras de polipropileno extrudado.

Colocar placas OSB no ch√£o Empilhamento de folhas OSB

As chapas OSB, via de regra, são cortadas com um quebra-cabeças, é melhor direcionar a costura cortada para a parede, pois as pontas da fábrica ainda serão mais lisas do que aquelas cortadas de forma independente.

Corte de folhas OSB com uma serra de vaivém Corte de folhas OSB com uma serra de vaivém

Ap√≥s o assentamento de todas as lajes, proceda √† fixa√ß√£o ao solo. Para tal, utilizando uma broca e uma broca para madeira com 12 mm de di√Ęmetro, s√£o feitos furos de 3-4 mm de profundidade na chapa, a uma dist√Ęncia de 25-30 cm entre si em 4 fiadas ao longo do comprimento da chapa. A seguir, um perfurador e uma broca com um di√Ęmetro de 8 mm a uma profundidade de 10 cm fazem furos para um pino cravado de 8×80 ou 8×100 mm. Os tarugos s√£o cravados com um martelo e depois apertados com uma chave de fenda.

Consertando OSB com pinos Consertando OSB com pinos

Para que ao furar com um perfurador as folhas n√£o andem e n√£o haja mais deslocamento, 2 a 3 furos s√£o feitos em diferentes extremidades da folha e as cavilhas s√£o imediatamente marteladas nelas, somente depois que os furos restantes s√£o feitos. Antes de come√ßar a selar todas as pontas dos tarugos com selante, deve-se caminhar com cuidado sobre as placas OSB com uma plaina na √°rvore, pois podem ter “influxos” de f√°brica e pequenas gotas em suas juntas, que tamb√©m devem ser removidas com uma plaina.

Fixação do OSB ao piso com buchas

Agora é necessário aspirar bem o piso e só depois disso todas as pontas dos tarugos e vãos são selados com pregos líquidos para pisos de madeira, utilizando uma pistola selante e uma espátula metálica. O piso é isolado, em um dia você pode colocar linóleo ou laminado nele.

Deitado laminado em OSB

Leia mais  Filmadoras anal√≥gicas vs filmadoras digitais
Avalie este artigo
( Ainda sem avalia√ß√Ķes )
Adicione coment√°rios

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: