Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

Há muito que se formou um ramo de design separado em torno da engenharia de iluminação, em grande parte relacionado ao design noturno e noturno do exterior dos edifícios. dir-lhe-á como os fabricantes de luminárias de fachada satisfazem os caprichos de design e quais as inovações do mercado que merecem atenção.

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

Soluções de confiabilidade

Muitas vezes, ao desenvolver a iluminação de fachada, é melhor considerar antes de tudo o aspecto técnico, eliminando aquelas coleções de equipamentos de iluminação que não atendem aos requisitos de confiabilidade e resistência às condições ambientais. Neste momento, a gama de produtos permite-lhe escolher a opção que mais lhe convém em termos de custo e qualidade, sem se limitar na expressão do pensamento artístico. É especialmente importante entender que dentro da estrutura do conceito de design, pode haver várias opções que são igualmente benéficas, caso em que é melhor fazer a escolha em favor de equipamentos mais confiáveis ​​e de alta qualidade..

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

Por exemplo, o fornecimento de lâmpadas LED para o mercado há muito deixou de ser prerrogativa de empresas fabricantes de LEDs como Osram ou Philips. Não faz sentido levar a sério os produtos de fabricantes que ainda não confiaram em tecnologia LED mais durável, que também tem consumo mínimo de energia..

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

O principal requisito para luminárias frontais é o grau de resistência ao pó e à umidade da caixa, que não deve ser inferior a IP65, idealmente IP66. No que diz respeito à tecnologia LED, também é importante ter alhetas desenvolvidas no corpo, e para luminárias embutidas – também um corpo duplo para melhorar o fluxo de ar. Para não correr o risco de deterioração do fluxo luminoso, é melhor evitar lentes poliméricas que perdem a transparência sob a influência da radiação ultravioleta, e dar preferência ao vidro óptico.

Principais características tecnológicas

Quase todos os sistemas modernos de iluminação de fachadas são caracterizados pela diferenciação em modos de navegação de serviço, decorativos e festivos. Os últimos são opcionais, embora muitos modelos de luminárias prevejam essa possibilidade escurecendo ou ligando fontes separadas. As mais caras são as luminárias com LEDs RGB, capazes de realizar uma variedade de efeitos dinâmicos sem um sistema de lentes e filtros de luz..

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

Uso de tecnologias “inteligentes” e da Internet das coisas. O módulo de rádio e o microcontrolador em cada luminária permitem integrar o sistema de iluminação da fachada à rede de informação geral, configurando cenários de trabalho complexos e otimizando o consumo de energia. Em geral, equipar luminárias com dispositivos eletrônicos é praticado há muito tempo: sensores de luz e presença, um temporizador configurável e uma unidade de controle multimodo permitem que você configure a iluminação de fachada uma vez sem rede.

Sistema de controle de iluminação em uma casa inteligente

Outra característica da tecnologia de iluminação moderna é a capacidade de escolher o ângulo do feixe de luz para iluminar planos de diferentes comprimentos ou distâncias. A capacidade de ajustar a dispersão do fluxo está disponível apenas para certos tipos de holofotes, enquanto que para luminárias spot e linear, é possível instalar várias lentes a pedido do comprador. Graças a uma ótica cuidadosamente pensada, as luminárias modernas podem ser montadas a uma grande distância da área iluminada, por exemplo, em intradorsos de telhados de edifícios de dois andares ou sistemas de instalação não padronizados.

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

Separadamente, vale destacar a modularidade inerente aos mais modernos sistemas de iluminação. Este conceito implica que as lâmpadas da mesma série têm um fator de forma comum ou sinais de unidade estilística, bem como um sistema de instalação unificado em uma base comum. Este último é uma fonte de alimentação centralizada e unidade de controle, como regra, um trilho de montagem serve como um barramento de transporte de corrente. Graças a essas propriedades, é possível montar uma instalação de iluminação a partir de módulos padrão que mais se aproxime dos requisitos..

Tendências de iluminação decorativa

É hora de descobrir o que os designers de efeitos visuais estão adotando e que tipos de luminárias tornam possível implementar o conceito estilístico escolhido. Para começar, a iluminação de preenchimento está gradualmente saindo de moda, dando lugar a sistemas que enfatizam a forma do edifício e seus elementos arquitetônicos, ou as próprias luminárias. Um bom exemplo são as fontes de luz focalizadas sob o intradorso do telhado, que, em vez de criar um cone de luz nas paredes, iluminam uma área limitada do caminho abaixo delas, derramando-se sobre o próprio edifício com um fluxo refletido quase imperceptível.

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

No entanto, a utilização de luminárias lineares para criar iluminação de preenchimento continua a ser relevante, por exemplo, como a iluminação das empenas das empenas das águas-furtadas ou paredes acabadas com materiais com orientação horizontal, como forro e tapume. Nestes casos, devido ao jogo de luz e sombra na superfície em relevo, é criado um aspecto original, que difere nitidamente do aspecto da casa à luz natural. A este respeito, é melhor dar preferência a tiras de LED em linha com o ângulo de dispersão correto em vez de tubos fluorescentes ou um cabo de luz..

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

Edifícios modernos com geometria estrita no estilo de alta tecnologia e construtivismo são geralmente decorados com iluminação de contorno. Para o efeito, as luminárias no formato “lightbox” são ideais, pelo que é possível traçar os contornos das teclas com uma fita contínua e uniformemente luminosa. É importante apenas lembrar que o contorno e a luz de fundo principal devem ser combinados na temperatura da cor com uma diferença de não mais que 500-700 K, o mesmo se aplica ao nível de brilho da luz de fundo.

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

As lâmpadas bidireccionais não perdem a sua popularidade, que, para além da sua função principal – iluminar a zona por baixo da parede, também formam um rasto de luz, que tem um valor puramente estético. A diferença entre a tecnologia de iluminação moderna é que o rastro de luz deixa de ser apenas um efeito secundário: fontes de luz e refletores separados são responsáveis ​​por funções diferentes em luminárias avançadas.

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

Uma das tendências mais elegantes nas regiões quentes são os pingentes decorativos sob o vento e os beirais do telhado na forma de pequenas fontes brilhantes como uma guirlanda de Ano Novo. Esta solução tem uma certa referência arquitetônica e estilística e visa apenas cabines de troncos com amplo terraço no segundo andar, ou casas em estilo mexicano e latino-americano..

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

No domínio da iluminação de navegação, conseguimos encontrar a melhor opção – lightboxes inclinadas, colocadas quer ao longo da linha central das paredes, quer ao nível da cave. Este último é o mais típico para composições paisagísticas, incluindo uma abundância de escadas com degraus iluminados, que são feitos com as mesmas luminárias. A variabilidade visual de tais lâmpadas é extremamente alta: um modelo adequado pode ser selecionado tanto para uma casa de tijolos clássica quanto para uma arquitetura ultramoderna.

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais

Resta listar os tipos de lâmpadas que são considerados de má educação no design exterior moderno. Estes incluem lanternas antigas com elementos de forja, pseudo-modernas em forma de colunas de aço com riscas claras, projectores iluminando as paredes em ângulo e a curta distância. As tendências minimalistas não ultrapassaram o campo do design de iluminação. O corpo do dispositivo e outros detalhes técnicos ficam ocultos, em vez disso, a ênfase está na combinação harmoniosa de trilhas de luz, temperatura e sombra de luz, a invisibilidade da instalação e controle preciso do feixe de luz.

Avalie este artigo
( Ainda sem avaliações )
Adicione comentários

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!:

Visão geral das luminárias de fachada: estética e funções especiais
Qual soprador de neve comprar: dicas para escolher