Menu de dieta de comida para bebê

Muitos adultos, se desejam perder peso de forma rápida e perceptível, escolhem uma técnica testada pelo tempo – uma dieta para comida de bebê e estão muito satisfeitos com os resultados. Sem muito trabalho, o excesso de peso desaparece, um aumento óbvio na massa muscular é observado e, uma vez que uma figura problemática se torna graciosa e precisa. Além disso, a perda de peso produtiva na comida para bebês é a mais segura para a saúde, pois ajuda mesmo com um dos graus de obesidade..

É possível perder peso com comida para bebê

Muitos adultos aprenderam sobre esse método para perder peso com a estrela de cinema de Hollywood Jennifer Aniston, que de uma maneira tão geralmente acessível alcançou seu padrão de beleza e graça. Como o conteúdo calórico da comida para bebê é mínimo e os benefícios e a saciedade são óbvios quando usados ​​por crianças, não há dúvida de que perder alguns quilos extras dessa maneira não é apenas realista, mas também é valioso para a saúde, especialmente durante a deficiência sazonal de vitaminas..

A dieta com comida para bebê tem muitas vantagens significativas, o que podemos dizer sobre seus benefícios para o funcionamento normal do estômago, digestão sistêmica. As mulheres modernas seguem o método indicado para perder peso, mesmo durante a gravidez – para controlar o ganho de peso e durante a amamentação – como alimento hipoalergênico, a fim de fornecer ao bebê leite materno de alta qualidade. Existem outros benefícios:

  • descarte imperceptível de toxinas, toxinas;
  • não há necessidade de contar calorias;
  • conveniência do uso diário em casa, no trabalho;
  • a aquisição de um hábito saudável de nutrição fracionada;
  • a capacidade de perder 5-7 kg por semana.

As análises sobre essa perda produtiva de peso são positivas, mas também há desvantagens do método escolhido, que você precisa descobrir com um nutricionista com antecedência e consultar seu médico com antecedência. A principal desvantagem desta dieta efetiva, utilizando principalmente alimentos para bebês na dieta, são as contra-indicações médicas.

Entre as deficiências significativas, também vale destacar os problemas psicológicos que um paciente pode ter ao mastigar alimentos líquidos é desnecessário. Se você usa uma quantidade reduzida de fibras em sua dieta, a obstrução intestinal se desenvolve, repleta de complicações. Outras desvantagens são a deficiência de aminoácidos no corpo, sintomas de deficiência progressiva de vitaminas.

Comida de bêbe

A comida pronta tem um sabor muito diferente da comida adulta usual, então você só precisa se acostumar com a dieta diária atualizada. Ao mesmo tempo, é aconselhável não se sentar no novo menu, caso contrário, a dieta das crianças leva uma pessoa com perda de peso a um estado de depressão desagradável e até perigoso. Portanto, informações gerais sobre o método escolhido para perder peso são apresentadas em detalhes abaixo:

  • teor calórico diário de pratos – até 1.000 Kcal;
  • alimentos permitidos, além de alimentos para bebês – frutas, legumes, queijo cottage, carne magra, legumes e ovos cozidos;
  • proibido – fritos, gordurosos, condimentados, salgados e defumados, reduzem o efeito do método escolhido de correção do excesso de peso;
  • em uma dieta, é necessário comer até 5-6 vezes ao dia, e é necessário não transferir em porções fracionárias;
  • Como a água remove o excesso de líquido da perda de peso, é recomendável beber até 2 litros por dia.

Opção 1 (purê de batatas)

Como a variedade de comida para bebê nas prateleiras das lojas é enorme, surge uma pergunta lógica: o que é melhor comer. Existem várias opções, mas os amantes de alimentos sólidos ou com um desejo insaciável de perder peso rapidamente ainda são aconselhados a dar preferência ao purê de batatas; além disso, também existem muitos gostos sem açúcar para os gourmets. Este alimento foi projetado para três dias. Durante esse período, uma pessoa que perde peso pode perder até 3 kg de excesso de peso. Tendo escolhido o principal produto da dieta, é permitido o uso de purês de frutas e vegetais sem açúcar, mas não mais que 8 a 10 frascos de 100 g por dia.

Purê de bebê

Opção 2 (em cereais)

Se no café da manhã, almoço e jantar houver apenas cereal da categoria de comida para bebê, é melhor não prolongar essa dieta por mais de 7 a 10 dias. Isso pode ser não apenas cereais instantâneos, mas também misturas para bebês, purê de frutas e creme de baixa caloria, carne enlatada e legumes. O número de refeições não é limitado, a única condição é o conteúdo calórico diário das refeições não deve exceder o indicador de 1000-1200 Kcal. Aqui está um exemplo de menu para o dia:

  1. Café da manhã: queijo cottage, purê de frutas ou mingau instantâneo, chá sempre verde.
  2. Almoço: carne e legumes em uma jarra ou separadamente, uma porção de purê de frutas, biscoitos de bebê e suco de maçã.
  3. Jantar: um pote de purê de frutas para escolher, queijo cottage sem açúcar, suco de frutas ou chá verde.

Opção 3 (misturas)

A dieta mais popular e popular é considerada um purê de bebê, porque permite encontrar uma figura esbelta, sem muito tormento e restrições para o corpo. Se o objetivo secundário é ganhar massa muscular, o corpo precisa de uma fonte adicional de proteína. Você pode obtê-lo com comida para bebê, produzida sob a forma de misturas, recomendada para a criança no primeiro ano de vida.

Não deve haver misturas secas de alto teor calórico na dieta e pratos com alto teor calórico. A dieta proposta dura uma semana e, durante esse período, é possível perder 4-5 kg ​​de peso. É importante controlar a ingestão de líquidos, não se esqueça de controlar o conteúdo calórico total dos pratos. As fórmulas para bebês devem ser marcadas com 12+, pois contêm uma grande quantidade de nutrientes.

Fusão de alimentos para crianças

Contra-indicações

Um sistema alimentar tão rigoroso não é adequado para quem quer perder peso rapidamente, porque existem restrições médicas. Antes de comprar um pote de comida para bebê para a próxima dieta, você precisa estudar cuidadosamente a composição do produto natural. Além disso, não será supérfluo estudar com mais detalhes as contra-indicações existentes de nutrição dietética. Isto:

  • Anemia por deficiência de ferro;
  • patologia do sistema músculo-esquelético;
  • doenças crônicas do sistema cardiovascular.
Avalie este artigo
( Ainda sem avaliações )
Adicione comentários

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: